AnjosdeÓrion

Generalidades físico-poético-filosóficas

Passeios da alma

Posted by Lilian Neves Mise em @2000

Estava diante de um lago de águas claras, tranqüilas e transparentes, e de dois pescadores.
– Desculpa, onde estou?
– Uns dizem céu, outros, inferno.
Fiquei confusa, teria morrido? E minha família? Meus amigos? Tentei ficar preocupada, mas era um lugar calmo e bonito demais.
– Não! Você não morreu. Somos pescadores de gente. Você mordeu a isca e queremos te ensinar a voar.
Falando isso, pegaram minhas mãos, e fomos pelo ar. Quando estávamos alto, me soltaram. Voei de modo desajeitado. Tentei imitar o super-homem, mas eles riram. Eles simplesmente andavam no ar!
– Agora vamos te levar para casa.
Então vi meu corpo deitado na cama, respirava tão devagar que um olhar desatento diria que era um corpo morto. Senti um intenso e gostoso frio na barriga, de quem não tem mais corpo para sentir. Lancei um olhar suplicante para os pescadores, será que poderia voar só mais um pouquinho?
– Amanhã.
Acordei, imersa, peixe.
Fui nadar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: